War of the Burning Sky

No início dessa aventura todos nos encontrávamos diante da difícil tentativa de fuga da cena que levou nosso bravo amigo Garruk à morte quando o nosso bondoso (e inocente) druida foi tomado por um desejo imenso de ajudar Cristin, retornando para o fogo cruzado e levando o grupo todo a segui-lo. Após uma longa batalha em um sonho coletivo com inimigos conhecidos desde a nossa infância, fomos acordados por um elfo chamado Venser, que acabou se juntando à nossa jornada e assim entramos na Fire Forest.

A floresta não é nada parecida com o verde das matas que todos conhecíamos, era algo mais para a goela de um dragão. Não muito no interior dessa garganta de fogo encontramos, em meio a corpos ragesianos incinerados, outro que acabou vindo a ser um inusitado companheiro, um wizard soldado de Ragesia chamado Baelfire. Interessante a falta de informação desse rapaz, por sinal.

Acabamos passando por vários encontros com criaturas encantadas pelas chamas da floresta, capazes de voltar à vida e tudo o mais até sermos surpreendidos por um demônio contratado para nos matar. O desafio foi bom, mas nossos novos amigos já se mostraram de grande valia para o grupo, nos ajudando a abrir caminho pelos perigos da floresta.

No dia seguinte encontramos Khadral, um gentil draconato que nos guiou até seu recanto fresco no meio daquele inferno. Acontece que nunca essas coisas vem de graça e Khadral acabou nos pedindo ajuda com a situação do fogo eterno da floresta para que ele possa ajudar uma dríade. Como o que nos mantém apenas coradinhos na floresta é uma poção limitada da nossa BFF Torrent, o lagartinho se propôs a nos fazer mais para que possamos ter tempo hábil de ajudá-lo. É claro que aceitamos porque somos todos bonzinhos! Infelizmente a incursão pelos ingredientes para as poções (item essencial antes de começar a nossa pequena side quest) na caverna dos fungos fungócitos resultou na morte do nosso valente druida o qual tivemos que deixar o corpo no fundo do lago gelado da caverna para que não retorne amaldiçoado pelo fogo eterno…

Ps.: Khadral me ensinou uma música bacana e eu não vejo a hora de usá-la.

Bom, isso é o que esta humilde barda se recorda dos últimos dias. Vamos ver como será nossa empreitada a seguir em mais um dia na Fire Forest.

Comments

“Como o que nos mantém apenas coradinhos na floresta é uma poção limitada da nossa BFF Torrent, o lagartinho se propôs a nos fazer mais para que possamos ter tempo hábil de ajudá-lo.”

:x

Aventura 4
 

Qual o problema? Sem a poção viraríamos batata frita!

Aventura 4
marizuda

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.